Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Marketing médico: o que é preciso para conquistar o público?

É cada vez maior a variedade de clínicas e planos de saúde disponíveis ao público. Por essa razão, a fidelização de pacientes é uma ação cada vez mais necessária. Para isso, muitos profissionais da área passaram a investir no marketing médico.

Mas, afinal, o que é e como investir nessa estratégia? Abaixo, vamos explicar tudo o que você precisa saber!

Afinal, o que é marketing médico?

O marketing médico é um conjunto de ações que buscam promover um profissional ou clínica para que possam conquistar mais clientes. Além disso, esse trabalho ajuda a melhorar a percepção do público sobre os serviços oferecidos.

Mas, para isso, é preciso ir além da realização de uma boa consulta. Na verdade, é preciso investir em um relacionamento de confiança. E, para isso, uma comunicação humanizada e cada vez mais próxima do seu público é fundamental.

Para isso, é possível apostar em diferentes ferramentas de comunicação. Por exemplo, as plataformas digitais, como blogs, sites e redes sociais.

A partir desses canais, é possível compartilhar conteúdos relevantes e de valor ao público. Com isso, o profissional consegue expor seus conhecimentos e experiência, criando uma autoridade na sua área de atuação. 

Entretanto, é importante ressaltar que as soluções de marketing médico devem estar de acordo com as determinações do Conselho Federal de Medicina. Para isso, você pode consultar o Manual de Publicidade Médica.

Como usar o marketing para a saúde?

Como falamos anteriormente, o marketing médico tem como objetivo atrair e fidelizar pacientes. Mas, como começar a investir nessa estratégia? Veja abaixo algumas dicas que podem ajudar!

Defina o seu público-alvo

O primeiro passo para investir no marketing para a área da saúde é definir o público para quem será direcionada a comunicação.

Assim, cada ação será destinada ao público que deseja atrair. Além disso, ao identificar o seu público, é possível definir a linguagem, frequência de postagens e os canais a serem utilizados.

Crie uma identidade visual

A identidade visual é fundamental para que o público identifique a sua marca em diferentes canais de comunicação. Por meio dela é possível transmitir a mensagem que deseja passar ao público.

Sendo assim, invista em uma identidade visual agradável. Para que o público saiba do que se trata o seu trabalho com mais facilidade.

E claro: posicione essa identidade em todos os seus canais de comunicação.

Aposte nas redes sociais

As redes sociais são canais de comunicação que permitem o compartilhamento de conteúdos valiosos que podem atrair o público. Essas plataformas também são ótimas ferramentas para expor o seu trabalho e conhecimento na área.

Além disso, as redes sociais permitem a interação do público por meio de mensagens, comentários e curtidas. Dessa forma, ele se sente mais próximo do profissional.

Nessas plataformas também possibilitam que você crie anúncios patrocinados para entregar o seu conteúdo para um público cada vez mais segmentado.

Falando em redes sociais, uma ferramenta que pode ser eficaz no marketing médico é o WhatsApp. Além de compartilhar conteúdos com seus contatos, ele permite que você tire dúvidas e crie um relacionamento mais próximo com o paciente.

Mas, atenção: lembre-se das boas práticas determinadas pelo Conselho Federal de Medicina.

Crie um site otimizado

É cada vez mais comum os pacientes buscarem por respostas no Google, não é? Nesse sentido, criar um site completo pode ser a chave para levar informações valiosas ao público.

Por isso, aposte na otimização do conteúdo para que ele seja facilmente encontrado pelo paciente que realiza uma busca online. Um exemplo que gostamos é o site da anestesiologista e medicina da dor, Ligia Toledo.

Ao criar um site, invista em um layout agradável para leitura e navegação ao longo das páginas. Além disso, não se esqueça de incluir as informações de contato.

Esses são alguns passos que podem ajudar a criar uma comunicação mais efetiva com o seu público. Afinal, como falamos anteriormente, essa estratégia é fundamental para o marketing médico.

Rolar para o topo