Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Plano de Negócios: o que é e como criar o seu

Em um mercado globalizado e cada vez mais competitivo, se faz necessário a elaboração de um plano de negócios para nortear a estrutura operacional e administrativa das empresas.

Ele é um passo importante na criação das empresas, lançamento de um novo produto, elaboração de uma nova estratégia ou na entrada em um novo mercado; e seu uso tem se tornado cada vez mais comum entre os empreendedores.

Todo empreendedor de sucesso um dia criou o seu Plano de Negócios. Pois todo empresário bem sucedido elabora estratégias para a criação de um novo negócio ou produto.

A partir do Plano de Negócios, empreendedores dos mais diversos tamanhos podem definir diversos fatores a ser considerados no planejamento  de uma empresa, podem traçar as melhores estratégias para enfrentar os fatores internos (aqueles que a empresa pode controlar) e externos (aqueles que a empresa não detém qualquer controle) e definir um cenário futuro para empresa que desejam abrir.

Mas antes de tudo, vamos entender o que é o Plano de Negócios, seus benefícios, possíveis erros e como você pode montar o seu próprio.

O que é Plano de Negócios?

Plano de Negócios (conhecido também como Business Plan) é basicamente um documento escrito que traz todas as especificações para a criação de uma empresa, muito embora ela também possa ser utilizada para a manutenção ou representar um modelo de gestão a ser seguido.

Ele também pode representar a elaboração de uma nova estratégia comercial, de marketing, financeira, produtiva, ou simplesmente um novo modelo estratégico de atuação frente ao ambiente concorrencial; dando bases para ações decisórias que visam o crescimento da empresa no curto, médio e longo prazo.

Muito embora o Plano de Negócios possa parecer um modelo engessado à primeira vista, ele é um processo dinâmico, participativo e contínuo. Pois além de nortear as operações de estruturação da empresa, ele assume papel de instrumento para lidar com as situações internas e externas a empresa no dia a dia.

Podemos dizer que em suma, o Plano de Negócios basicamente faz a união das estratégias propostas com a realidade empresarial, pois ele descreve um negócio ou empresa, projeta as estratégias de operação e antecipa os resultados financeiros futuros.

Benefícios do Plano de Negócios

Um Plano de Negócios bem elaborado e estruturado traz inúmeros benefícios para empresa além dos expostos aqui, mas busco listar abaixo alguns dos principais e que são fundamentais caso você esteja planejando criar um plano de negócios para sua empresa, ou para o seu futuro negócio.

  • O Plano de Negócios orienta o empreendedor a iniciar uma atividade econômica ou expandir seus negócios, pois ele dá todo o embasamento teórico das ações a serem tomadas no nascimento e no decorrer da existência da empresa, criando bases para o agir estratégico;
  • Estrutura as principais visões e alternativas para a análise mais assertiva sobre a viabilidade do negócio em questão, fazendo assim com que os riscos possam ser identificados e minimizados, contribuindo também para o entendimento e busca de alternativas aos riscos que não podem ser extintos, como riscos externos a empresa;
  • Estabelece Vantagem Competitiva que é um instrumento fundamental no estabelecimento e crescimento de uma empresa no mercado. Conhecer a Vantagem Competitiva e elaborar estratégias para beneficiar-se dessa têm demonstrado ser de grande importância para o crescimento das empresas no mercado globalizado;
  • Identifica os pontos fortes e fracos da empresa, fazendo comparação com os principais concorrentes e o mercado de atuação, no intuito de minimizar os riscos inerentes a atividade;
  • Define todo o conceito da empresa, seus objetivos, metas, valores, objetivos financeiros e estratégicos e estabelece os principais diferenciais da empresa frente a outros negócios similares;
  • Mapeia quais os valores necessários para investimento e início das operações, ou valores necessários a expansão da empresa. Bem como, em quanto tempo o valor investido poderá será retornado ao investidor;
  • Descreve quando as atividades relacionadas a abertura ou expansão da empresa poderá ser realizada, e de que maneira serão atingidas as metas pré-estabelecidas;
  • Estabelece detalhadamente O QUE será feito, QUEM irá fazer e COMO será feito todas as atividades empresariais visando o alcance dos objetivos propostos pelo Plano de Negócios;
  • Estabelece os produtos que serão ofertados no mercado, bem como a maneira que eles serão produzidos, de que maneira será realizada a produção desses bens, como eles serão comercializados, estratégias comerciais e de promoção;
  • Mapeia o mercado consumidor dos produtos que serão oferecidos, levando em conta o gênero, faixa etária, localização, renda e interesse pelo produto ofertado;
  • Estabelece como o cliente vai ser localizado e atendido, os canais de comunicação, vendas, pós-vendas e demais setores relacionados a comercialização;
  • Identifica os riscos no intuito de minimizá-los ou extingui-los através de planejamento e estratégias adequadas ao negócio, trazendo maior confiança aos investidores;
  • Define o mercado de atuação e as estratégias que serão adotadas para atingir o público consumidor especificado anteriormente, levando em consideração todo o mercado concorrencial;
  • Serve como instrumento de análise para você avaliar o desempenho financeiro da sua empresa, podendo fazer as devidas avaliações sobre investimento, retorno sobre o capital investido, capacidade de endividamento etc.;
  • É fundamental para obtenção de empréstimos junto as instituições financeiras e investidores, pois eles só irão arriscar investir dinheiro na sua empresa, caso vislumbrem a possibilidade de retorno futuro maior do que o dinheiro alocado em outro investimento, como a poupança, CDB’s e outros investimentos, por exemplo.

Como você viu, um Plano de Negócios bem elaborado e estruturado passa por várias fases, seja para a criação de uma nova empresa, ou a ampliação de uma já existente.

Erros mais comuns nos Planos de Negócios

É muito comum que existam erros em Planos de Negócios, eles ocorrem muitas vezes pelo desconhecimento ou despreparo do profissional na elaboração deste tipo de documento.

Para evitar tais erros, é importante que você conheça alguns deles:

  • Sistema de gestão mal pensado e/ou malelaborado;
  • Visão limitada sobre os diversos aspectos que envolvem o Plano de Negócios;
  • Análise leviana do mercado e da concorrência;
  • Plano financeiro que não condiz com a realidade do mercado;
  • Falta de um plano estratégico.

Tendo esses pontos como base, fica mais fácil perceber onde é possível errar na elaboração de um Plano de Negócios, bem como, dedicar maior atenção para evitar tais erros.

Como você pode ver, elaborar um Plano de Negócios de sucesso pode ser considerado trabalhoso, mas essencial para que a sua empresa alcance as metas estabelecidas na fase de planejamento.

Se você é empreendedor(a) e está em busca de um novo negócio, procurando alternativas para entrada da sua empresa em um novo mercado ou simplesmente está abrindo a sua primeira empresa, conhecer a fundo e elaborar um excelente Plano de Negócios vai contribuir significativamente para o crescimento a longo prazo da sua empresa.

Para a elaboração de um Plano de Negócios realmente efetivo e estruturação da sua empresa, gostaria de te apresentar uma ferramenta que vai facilitar o seu trabalho.

Rolar para o topo